Ludgério defende CPI contra desmandos de Veneziano Vital

O líder de Oposição na Assembleia Legislativa, Manoel Ludgério (PDT), adiantou hoje que vai se reunir com os vereadores campinenses para articular a instação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) contra irregularidades na gestão de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). Ele citou como subsídio de sua argumentação um relatório do Tribunal de Contas do Estado que apontaria "desmandos" na gestão peemedebista.

O relatório, que não foi apresentado pelo deputado, que prometeu esmiuçá-lo em um outro pronunciamento, na próxima terça-feira, 12, foi assinado pelos auditores Leonardo Rodrigues da Silveira e Júlio Uchôa Cavalcanti Neto.

"O Tribunal constatou a roubalheira na Prefeitura. O Ministério Público Federal deve se pronunciar sobre o fato porque envolve desvios de recursos do Governo Federal", disse Ludgério, citando o caso de uma empresa que vendia rações animais e havia sido vencedora de uma licitação superfaturada para construção de cisternas.

O deputado acrescentou que o esquema responsável pela inclusão da empresa teria sido montado para beneficar José Luiz Neto, filho do ex-prefeito, a quem acusou de estar presente no banco quando Luciano Arruda, proprietário da empresa, sacava seus pagamentos. A divisão da verba seria, segundo o deputado, feita ali mesmo. Ainda de acordo com Ludgério, o valor cotado pela empresa pelo zinco foi de R$ 27,22. As outras concorrentes ofereceram preço de R$ 14,00 e R$ 10,49.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.