Lucas de Brito afirma que Democratas podem ficar com Cássio

 O vereador pessoense Lucas de Brito declarou que seu partido, o Democratas, pode se alinhar com Cássio Cunha Lima (PSDB) caso o senador decida ser candidato ao Governo da Paraíba. Segundo ele a condição para garantir o apoio seria a oferta de um espaço na chapa majoritária nas eleições deste ano. Indo além, Lucas disse não ter prestígio algum junto à gestão estadual e estendeu o sentimento a outros membros do seu partido.

"O partido, a preço de hoje, torce pela manutenção da aliança, mas existem os burburinhos de que ela não será mantida. Então, o partido não vai se antecipar e se posicionar. Está analisando o cenário e vai tomar posição num momento oportuno. Acho que os Democratas ficarão com quem ceder espaço. Se Ricardo Coutinho fizer isso, será com ele. Se for Cássio, ficaremos com Cássio. Há dois vereadores na capital: Bosquinho e Lucas. Qual o espaço que eu tenho no Governo? Nenhum. E a reclamação que eu tenho se reproduz com outros membros do partido. São pessoas que votaram nele, respeitam e o admiram, sabem que é um gestor republicano, mas ele não dá espaço e na política também se vive de espaço. O que eu vou dizer a eleitores nossos que dizem que eu não tenho prestígio sequer para conseguir uma prestação de serviços. Eu continuo defendendo uma aliança com Ricardo Coutinho, mas penso que as pessoas são pragmáticas. Será que o governador em ano de eleição não quer ganhar? Acho que o governador precisa dos Democratas para ser reconduzido e nesse processo de necessidade o partido deve ter seu espaço garantido", disse Lucas.

O parlamentar acrescentou que as queixas já foram externadas ao governador e a interlocutores, mas não foram sanadas. Ele ainda citou que Branco Mendes e José Aldemir deixaram o DEM por queixas com o Governo. Mesmo os quatro deputados que permaneceram no partido (João Henrique, Assis Quintans, Domiciano Cabral e Lindolfo Pires ) e no bloco aliado de Ricardo Coutinho também teriam insatisfações na relação com a gestão estadual.

Este ano, Lucas assume a liderança da oposição na Câmara de João Pessoa, num rodízio que havia sido acertado desde 2013, quando Renato Martins (PSB) liderou o bloco adversário do prefeito Luciano Cartaxo.

 

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.