Lindolfo desconversa sobre desafio de Aníbal: “Quero trabalhar”

Comedido, o líder do Governo na Assembleia Legislativa, Lindolfo Pires (DEM), não quis entrar na polêmica criada pelas declarações do oposicionista Aníbal Marcolino (PSL) que o desafiou a resolver assuntos pendentes com ele da forma e no lugar que o democrata quisesse. Ao ser questionado sobre a crise com Aníbal, a quem havia chamado de mal educado na semana passada, Lindolfo desconversou:

– Eu acho que devemos ficar atentos para questões importantes da sociedade paraibana. Eu estou na Assembleia para trabalhar e votar projetos importantes para o Estado. Não sei se o deputado tem essa mesma intenção.

Outro assunto abordado hoje pelo líder foi a queixa da deputada Daniella Ribeiro (PP) a respeito da inclusão de dois projetos de interesse do Governo na pauta da reunião de ontem da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. Irritada com a decisão de Lindolfo, a parlamentar chegou a chama-lo hoje de "ditador":

– Não cabe razão a ela porque a pauta foi distribuída antecipadamente e os dois projetos foram incluídos no final da reunião. Na semana passada, Daniella tinha pedido para eu incluir três projetos de interesse dela e eu inclui. Pergunte quantas vezes ela compareceu à reunião e quantas vezes eu estive. Será possível ver quem está trabalhando e quem não está.

Finalmente, Lindolfo minimizou a desmobilização da bancada comandada por ele que não compareceu maciçamente à sessão de hoje e viu mais uma vez o quorum ser quebrado pela retirada da oposição do plenário. Com isso, o dia foi, novamente, sem votações na Casa Epitácio Pessoa:

– Hoje tivemos 15 deputados em plenário. Não houve quorum. Precisávamos de 18. Alguns viajaram. Vamos ver se na próxima semana vamos ter condições de fazer votações aqui. Acho que a semana que vem será um teste para nós porque precisamos entrar em recesso e antes disso votar a LDO.

Lindolfo, contudo, negou que haja insatisfação na base com o Governo do Estado:

– Se alguém está insatisfeito, não disse isso ao governador na reunião que tivemos ontem.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.