Lindolfo convoca Gominho para informar sobre software que grampeia

O deputado estadual Lindolfo Pires (DEM) anunciou hoje que vai apresentar um requerimento na próxima terça-feira, 7, para convocar o secretário de Segurança, Gustavo Gominho a prestar esclarecimentos sobre a recente polêmica dos grampos telefônicos a políticos como o prefeito Ricardo Coutinho (PSB), o presidente da Assembleia Legislativa, Arthur Cunha Lima (PSDB) e o próprio Lindolfo.

"Queremos fazer uma sessão especial para que o secretário esclareça à sociedade essas suspeitas de grampo. Uma conversa minha com o presidente da Assembleia acabou vazando, quando Arthur Cunha Lima estava fora da Paraíba. O secretário disse recentemente que o sistema Guardião pode gravar mais de 700 telefones simultaneamente. Queremos saber se esse sistema está sendo usado de forma aleatória ou se há o respeito às normas jurídicas", declarou Lindolfo Pires à Rede Paraíba Sat.

Para o parlamentar, a declaração de Gominho sobre a existência, na Secretaria de Segurança da Paraíba, de um software capaz de monitorar conversas telefônicas, é preocupante. Ele também ressaltou que suscita dúvidas o fato de uma equipe da Secretaria ter sido treinada para usar o "Guardião" que teria sido "subutilizado" no Governo passado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.