Líder do Governo pede votação de empréstimo, mas não consegue

O líder do Governo, Hervázio Bezerra (PSDB), tentou colocar em votação no dia de hoje o pedido de aval do Governo ao empréstimo de R$ 150 milhões da Cagepa. O requerimento dele, contudo, foi rejeitado pela mesa diretora da Casa. O deputado Trocolli Júnior (PMDB), que presidia a sessão, alegou que o entendimento da procuradoria jurídica do legislativo é de que a votação só poderia acontecer depois de esgotado o prazo recursal, de 30 dias. O recurso a que Trocolli fez referência diz respeito à sentença do Tribunal de Justiça, que julgou desnecessário o quorum qualificado, como havia sido exigido pela Assembleia na primeira votação.
 
Antes do pronunciamento da Mesa Diretora, o deputado Aníbal Marcolino (PEN) ameaçou pedir a obstrução de pauta caso o requerimento de Hervázio fosse acatado.
 
Os deputados Jutahy Menezes, Domiciano Cabral, João Henrique e Iraê Lucena cobraram a votação no dia de hoje do aval ao empréstimo da Cagepa. Anísio Maia, Frei Anastácio, Gervásio Filho se manifestaram contrários à votação. O deputado Carlos Batinga (PSC) pediu vista ao projeto para analisá-lo com mais atenção: "Não conheço o texto. Apenas soube dele pela imprensa e isso é muito pouco para poder votá-lo".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.