Líder acha que oposição desistiu de reprovar contas de Ricardo

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Hervázio Bezerra (PSB) disse hoje durante entrevista ao Tambaú Debate da TV Tambaú que não acredita na reprovação, em plenário, das contas de Ricardo Coutinho (PSB), conforme expectativa gerada a partir dos debates ocorridos no legislativo estadual. A crença do socialista se baseia em informações colhidas a partir de vazamentos de reuniões dos adversários do governador, que teriam desistido de rejeitar as contas que já foram aprovadas ano passado pelo Tribunal de Contas do Estado:
 
"O que eu soube é que os deputados de oposição acionaram uma consultoria jurídica e foram convencidos de que não haveria efeito prático na reprovação das contas do governador. É que para torná-lo inelegível, a reprovação das contas teria que acontecer por vício insanável e isso não aconteceu. Além do mais, seria desconfiar da capacidade dos conselheiros do TCE, que votaram pela aprovação", disse Hervázio Bezerra.
 
Para o socialista, a estratégia da oposição foi modificada e consistiria em criticar sistematicamente vários aspectos da gestão estadual, apontando problemas nas contas governamentais até a campanha eleitoral, como forma de enfraquecer o governador Ricardo Coutinho: "A oposição quer fazê-lo sangrar perante a opinião pública".
 
O líder ainda estimou que a bancada governista deve ter cerca de 10 membros, desprezando os cálculos de seus adversários que mensuram o bloco em não mais que sete parlamentares.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.