Levantamento de ONG cita 93 processos contra Roberto Cavalcanti

Rio – No Senado desde fevereiro, quando assumiu a vaga do governador José Maranhão (PB), o senador Roberto Cavalcanti Ribeiro (PRB-PB) é citado em pelo menos 93 processos e recursos judiciais em várias instâncias e em diferentes estados, segundo o site da organização Transparência Brasil. Como mostra reportagem publicada pelo Globo neste domingo, o levantamento, do projeto "Excelências", indica que o total é a soma de ações nas Varas Federais de Paraíba, Pernambuco e Rio de Janeiro, nos Tribunais Federais e na Justiça Estadual, contabilizando ainda as ações em nome das empresas que têm o senador como  dirigente.

Além disso, há um processo administrativo tramitando no Ministério da Integração. No Tribunal Regional da 5  Região, por exemplo, há processos e agravos regimentais envolvendo desde acusações de corrupção passiva até irregularidades em contribuições previdenciárias. Ele é dono do Sistema Correio de Comunicação, que inclui uma afiliada da TV Record e o jornal "Correio da Paraíba".

Na ocasião de sua posse, Cavalcanti afirmou que os processos contra ele eram relativos a fatos cometidos há muitos anos e que não afetavam seu mandato.  Existe um entendimento na Corregedoria do Senado de só considerar como problema de quebra de decoro fatos ocorridos no exercício do mandato.

O Globo Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.