Léo alega razão “de foro íntimo” e Carlos Rafael assume

O estudante de Direito Carlos Rafael (PTB) foi empossado no início da noite de hoje como o novo prefeito de Cajazeiras. A solenidade aconteceu na Câmara Municipal de Cajazeiras, que ficou lotada por populares que não entendiam o motivo da mudança. Antes da posse, o presidente da Câmara, Marcos Barros, leu o termo de renúncia de Léo Abreu (PSB). Uma longa prestação de contas de ações implementadas na gestão de Léo foi relatada pelo chefe do legislativo. Os motivos da saída dele do cargo foram explicados apenas como gerados por "motivo de foro íntimo".

O novo prefeito de Cajazeiras disse que faz parte da história do município porque foi o mais jovem vereador eleito no município e também prometeu dar continuidade às obras deixadas por seu antecessor. Ele também prometeu trabalhar para realizar o tradicional São João no "Xamegão".

– Sou o prefeito mais jovem desse município e construo uma história sem pressa e sem jogo sujo. O momento é de felicidade. Todo político sonha em ser prefeito de sua cidade. Recebo com muita dignidade essa oportunidade. Agradeço a Deus e ao povo de Cajazeiras. Jamais esquecerei o nome do prefeito Léo Abreu. A ele faço um agradecimento sincero. Podem ver o gesto dele como de fraqueza ou de grandeza. Eu vejo como um gesto de confiança porque nunca pressionei-o pelo cargo. Muito ao contrário, quando a imprensa noticiava, eu ficava encabulado de pensar que Léo poderia imaginar que eu estaria maquinando aquilo. Recebo hoje uma recompensa por ter atuado de maneira decente e honesta. Nunca briguei e nem fiz pressão. Eu disse a todas as emissoras de rádio que com o prefeito Léo iria até o final do mandato. Léo merece nosso respeito. Eu perguntei se ele tinha certeza da decisão e ele disse que sim, que era irrevogável.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.