Mário Tourinho

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal


Lena: paixão, ética… emoção!

Estive no Crematório Caminho da Paz na segunda feira (dia 18), meio da tarde, ao começo do velório de Lena Guimarães, que falecera naquela data. Lá me encontrando e cumprimentando Beatriz Ribeiro (que, ao lado de seu pai, Roberto Cavalcanti, nas fisionomias já demonstravam a grande perda que lhes atingia), ela – Beatriz – foi dizendo-me: “Ô, Mário! Você agora me fez lembrar as tantas vezes que lhe vi, na sala de Lena, ela ainda como editora geral do Correio da Paraíba, vocês tratando não só de assuntos empresariais, mas, também, nos bate-papos de amigos!”. Nisso, lembrei-me de um dos primeiros contatos que mantive com Lena Guimarães, quando lhe ponderei: – Pode não ser parente de Guimarães Rosa, mas sua leitora certamente o é!… E aí ela – Lena –  me respondeu: – “Não tanto, mas o suficiente para relembrar pensamentos dele, como ´as pessoas não morrem: ficam encantadas`”.

Na  terça  feira (dia 19), novamente estive no Crematório Caminho da Paz, participando das exéquias alusivas a Lena Guimarães. Vi e ouvi Roberto Cavalcanti (com voz embargada) e outros integrantes do Sistema Correio na reiteração de que o lema “ética e paixão” fora uma criação de Lena. Ela sabia (e sabe) que a paixão, pra ser serena e perene, precisa de um controle: o controle da ética!

Lá, no Caminho da Paz, com as lágrimas da saudade já sentida, lembrei-me de mais uma referência de Lena, aludindo-se a Guimarães Rosa:  – “O real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia”. E mais emoção cobriu a todos com a execução de uma canção que, conforme os familiares de Lena, “era a cara dela”: – “Você é um espelho que reflete a imagem do Senhor/ Não chore se o mundo ainda não notou”! E também teve, emergindo mais emoção, a citação do Salmo 23: “O Senhor é meu Pastor, nada me faltará… Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque Tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam”!

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.