Lançamento do Prêmio AETC-JP acontece com café da manhã na API

A Associação e o Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (AETC-JP e Sintur-JP)  lançam nesta sexta-feira, 25, em meio a um café da manhã, na sede da Associação Paraibana de Imprensa (API), a partir das 8h30, a oitava versão do Prêmio AETC de Jornalismo. Em uma justa homenagem o jornalista Biu Ramos, que tem 52 anos de atividades na área e é um dos profissionais mais respeitados do mercado, foi o escolhido desta edição do concurso e será referenciado na ocasião.

O diretor-executivo da AETC-JP, Mário Tourinho que será o anfitrião do evento, lembra que os detalhes como valor da premiação, definição de categorias concorrentes, período de inscrições, data de realização da festa, entre outras questões do evento serão divulgados durante o lançamento. “Este é o terceiro ano que lançamos o concurso na sede da API até como forma de prestigiar uma entidade que tem uma grande ligação com todos os profissionais de Imprensa da Paraíba que é o público alvo do nosso concurso”, justifica Mário, lembrando que o homenageado deste ano foi, em duas gestões, presidente da API.

O concurso denominado o “Oscar da Imprensa Paraibana” é promovido pela AETC-JP e SINTUR-JP desde 2002 e conta, com o apoio da Empresa 1, do segmento de Bilhetagem Eletrônica, do Unipê e da empresa Rota Mídia Exterior.

Sobre o homenageado – O jornalista Biu Ramos é natural de Santa Rita e militou na área jornalística durante 52 anos. Nesse período, ele passou por todas as redações dos veículos impressos locais, em várias funções, tendo iniciado sua vida profissional no jornal Correio da Paraíba como noticiarista.  Foi correspondente do Jornal do Brasil durante dez anos, entre os anos de 1965 a 1975 e da Folha de São Paulo, entre os anos de 1975 a 1985. Também foi correspondente da revista Veja durante quatro anos, sendo o primeiro profissional a exercer a função na Paraíba. Foi ele também quem fundou, em 1968, e dirigiu a sucursal paraibana do Diário de Pernambuco.

Com oito livros editados, o último deles “Burity: esplendor e tragédia”, lançado no ano passado, o jornalista Biu Ramos é também aposentado como Procurador do Estado.  Ao longo de sua vida ele recebeu vários prêmios, a exemplo de um sobre os 30 anos da Saelpa, publicado no jornal O Norte e outro sobre a construção da BR 230, publicado no Correio da Paraíba. Biu Ramos tem o título de Cidadão Pessoense, outorgado em 1988, e em 2004, recebeu uma homenagem conjunta da Assembleia Legislativa da Paraíba e da Câmara Municipal de João Pessoa pelos 50 anos de atividades jornalísticas e por duas  vezes consecutivas  foi  presidente da Associação Paraibana de Imprensa (API).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.