Justiça de Cabedelo torna bens de Eneide Régis indisponíveis

A candidata à prefeitura de Cabedelo, Eneide Régis (PSD), teve seus bens tornados indisponíveis por decisão da juíza Giovanna Lisboa Araújo de Souza. A ação foi impetrada contra o marido dela, José Régis, ex-prefeito de Cabedelo, pela prefeitura do Município, que cobra o cumprimento de um acórdão do Tribunal de Contas do Estado.

Na sentença, que tem data de 9 de fevereiro mas só foi conhecida na noite desta segunda-feira, 11, a magistrada alega que havia o risco de alienação dos bens do ex-prefeito e já que eles são comuns ao patrimônio de Eneide, foram tornados indisponíveis.

Ainda de acordo com o texto assinado pela juíza, o débito imposto pelo acórdão do TCE contra José Régis chega a R$ 7 milhões.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.