Justiça cassa prefeito e vice de São José do Bonfim

Saiu ontem no Diário da Justiça do Tribunal Regional Eleitoral a sentença do juiz da 65ª Zona Eleitoral, Ramonilson Alves Gomes, que cassou os mandatos do prefeito e vice de São José do Bonfim, Esaú Rauel Araújo da Silva Nóbrega (PMDB) e José Hipólito da Silva, respectivamente. O magistrado determinou a realização de uma nova eleição no município, em data a ser definida pelo TRE/PB.

A ação eleitoral foi proposta pela coligação São José do Bonfim pra Frente. Os gestores foram cassados por compra de votos e abuso de poder político nas eleições de 2008. Além de ficarem inelegíveis por 3 anos, eles terão de pagar multa de 20 mil UFIR.

Também foram condenados por compra de votos e abuso de poder Rosalba Gomes da Nóbrega, Josélio Gomes da Nóbrega, Eriosmar Ferreira Lucena, Miguel Mota Victor e Marileide Pereira Lucena. Todos foram declarados inelegíveis por 3 anos e terão de pagar multa que varia de 10 a 20 mil UFIR.

Na sentença, o juiz entendeu de absolver outras pessoas relacionadas na ação, como Edimilson de Oliveira Alves, Alcides Lopes de Sales, Jacicliede Ribeiro Dantas da Nóbrega, Gervácio Ferreira Martins, Manoel Gomes Bezerra, José Naleudo de Sousa Almeida e o PMDB de São José do Bonfim.

O juiz Ramonilson Alves mandou comunicar imediatamente a decisão proferida no dia no final de dezembro passado ao presidente da Câmara Municipal de São José do Bonfim e ao Tribunal Regional Eleitoral para adoção das providências necessárias com vistas à realização de uma nova eleição no município.

 

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.