Júri popular absolve acusados da morte de Raimundo Asfora

O corpo de jurados do 2º Tribunal do Júri de Campina Grande absolveu, por maioria, Gilvanete Vidal de Negreiros Asfora e Marcelo Marcos da Silva. O julgamentos dos dois réus, que estavam sendo acusados pela morte do do ex-vice-governador da Paraíba, Raimundo Yasbeck Asfora, aconteceu durante todo o dia desta quinta-feira (21), no Fórum da Cidade.
 
Segundo explicou o juiz Alberto Quaresma, que presidiu o júri, os jurados entenderam por acompanhar a tese da defesa, que foi de negativa de autoria. Ele explicou também que, com as mudanças da lei, apesar do júri ser composto por sete jurados, com a revelação dos votos dos quatro primeiros já se tem o resultado.
 
“O veredícto do júri é soberano e representa o desejo da sociedade”, ressaltou o magistrado. Ele declarou que o julgamento foi mais rápido que o previsto, pelo fato do representante do Ministério Público não ter ido à réplica.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.