Júlio Rafael não vê problema algum em filmagem de Ricardo Coutinho

O superintendente do Sebrae na Paraíba, Júlio Rafael, comentou hoje o fato de o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB) ter sido filmado deixando o prédio onde mora o ex-governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima (PSDB), na orla da capital. Enquanto o prefeito denuncia ter tido grampeado o telefone e ter sido seguido por pessoas que o estariam "patrulhando", Júlio disse que não vê nada de anormal no episódio:

"Pode ter sido um paparazzo. Isso faz parte da vida pública. Não é um problema. Não sei porque tanto estardalhaço sobre isso. A meu ver, só existe um problema se realmente quem tiver feito as imagens for da polícia. Aí, sim, o caso é grave e merece ser apurado", disse Júlio, em entrevista à Rede Paraíba Sat.

Da mesma forma, Júlio declarou encarar com naturalidade o fato de Ricardo ter ido se encontrar com Ronaldo Cunha Lima: "Se ele foi discutir questões relativas a emendas, deve ir almoçar com Ronaldo mais vezes. É preciso que se coloquem diferenças de lado para lutar pelo desenvolvimento da capital e do Estado".

O prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, denunciou que seu telefone foi grampeado e que ele estaria sendo seguido por desconhecidos. O caso veio à tona como consequência de um vídeo, divulgado pelo Portal Correio, no qual Ricardo aparece deixando o Residencial Atlântico, onde se encontrou com Ronaldo Cunha Lima. O prefeito disse que foi discutir com ele uma forma de intermediar o retorno, junto aos senadores de Efraim Morais e Cícero Lucena, de emendas tradicionalmente destinadas a João Pessoa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.