Julgamento do prefeito de Marizópolis é adiado para 7 de abril

O julgamento de notícia-crime contra o prefeito de Marizópolis, José Vieira da Silva, foi adiado. O Tribunal Pleno do TJPB, na sessão desta quarta-feira (30), atendeu a requerimento do patrono do noticiado. O feito será julgado na sessão ordinária do dia 7 de abril. O relator do processo é o desembargador Luiz Silvio Ramalho Júnior. A denúncia foi formulada pelo Ministério Público estadual e, caso seja aceita, o prefeito vai responder à ação penal.

Segundo consta nos autos da Notícia Crime de nº 037.2004.005476-1/001, no dia 25 de fevereiro de 2002, já na condição de prefeito, José Vieira da Silva pactou com o senhor Jeová de Sena Pinto a administração e movimentação da J. C. Engenharia. Dessa parceria, a empresa celebrou vários contratos e recebeu, em tese, quantias vultuosas da prefeitura. Durante os anos de 2002, 2003 e 2004, Jeová teria recebido a importância de R$ 344.365,00.

Remoção – Na sessão administrativa do Tribunal Pleno, foi aprovada, por unanimidade, a remoção, a pedido, da juíza Silse Maria da Nóbrega Torres para a comarca de São José de Piranhas. A magistrada é titular da comarca de Araçagi e foi a única respondeu ao Edital de Vacância nº 10/2011, que pretendia preencher a vaga pelo critério de merecimento.

Ainda na sessão, foi prorrogado o período de substituição da desembargadora Maria de Fátima Morais Bezerra Cavalcanti, pela juíza Maria das Graças Morais Guedes. A desembargadora ficará afastada por mais 15 dias, dessa vez, para tratamento de saúde. Retorna no dia 16 de abril.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.