Julgamento de ação contra Cássio é adiado a pedido da defesa

O relator da Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (Aime) nº 12, juiz Carlos Neves da Franca Neto, aceitou hoje à tarde o pedido feito pelo advogado Luciano Pires e adiou para o dia 30 o julgamento do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), réu em processo impetrado pelo Ministério Público Eleitoral em 2007. A ação corre em segredo de Justiça.

O caso deveria ter sido analisado na sessão de hoje e foi inserido na pauta, mas logo no início dos trabalhos, Carlos informou ter recebido um ofício de Luciano Pires, justificando a ausência e pedindo o adiamento, que foi acolhido.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.