Juíza surpreende e denuncia ingerência política na Segurança em Teixeira

A juíza da Comarca de Teixeira, Isabela Joceane, denunciou hoje à tarde durante uma sessão itinerante que a Assembleia Legislativa realizou na cidade, a ocorrência de ingerência política na Segurança Pública sob sua jurisdição. Segundo ela, há cerca de quatro anos foi transferida da Comarca de Malta para Teixeira e nunca tinha enfrentado esse tipo de problema.  

A magistrada fez questão de esclarecer que está a serviço da lei e de nenhum político, mas denunciou que desde que houve a mudança de governo na Paraíba, a juiz está com dificuldade de trabalhar, porque um político local, conhecido como “Negro de Guri”, candidato a prefeito de Teixeira na eleição passada, vem ameaçando transferir funcionários da Segurança Pública que contrariem suas orientações.  

“Só estou aqui nesta sessão, porque chegou um policial em meu gabinete, dizendo que estava fazendo uma blitz, quando foi abordado pelo político, perguntando quem tinha determinado a ação policial”, denunciou a juíza na tribuna da sessão itinerante.  

Isabela fez quase todo seu pronunciamento sem citar o nome do político, mas ao final foi solicitada pela deputada Francisca Motta a dizer o nome dele e a juíza não hesitou: “É o Negro de Guri que está aqui presente e não deixa a gente trabalhar”.

A sessão realizada hoje pela Assembleia Legislativa foi proposta pelo deputado estadual Assis Quintans para comemorar os 150 anos de emancipação política da cidade de Teixeira.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.