Juíza proíbe reprodução de pesquisa do Ibope em Monteiro

A Juíza Vanessa Andrade Dantas Liberalino da Nóbrega, da 29ª Zona Eleitoral da Comarca de Monteiro, proibiu na noite deste sábado (30), que a Coligação Uma Nova Paraíba divulgasse o resultado da pesquisa do Ibope, veiculada pele Rede Globo de Televisão.
 
Além do resultado de pesquisas, a Juíza proibiu que a Coligação divulgue mensagens gravadas pelos próprios candidatos, limitando-se apenas a veicular músicas e jingles da campanha no âmbito da 29ª Zona Eleitoral, compreendendo os municípios de Monteiro, Camalaú, Zabelê, São João do Tigre e São Sebastião do Umbuzeiro.
 
A determinação da Juíza Vanessa Andrade foi considerada absurda e arbitrária pelo deputado estadual João Henrique (DEM), que enxerga a decisão como uma forma de proibir a livre manifestação popular. “Tão logo tomamos ciência desta decisão arbitrária, inconsequente e parcial, ingressamos com um mandato de segurança junto ao Tribunal Regional Eleitoral e comunicamos ao Juiz Corregedor Carlos Neves e ao Presidente do TRE, até porque não existe qualquer resolução do Tribunal Superior Eleitoral que proíba, dentro do prazo legal, a reprodução de pesquisas eleitorais devidamente registradas”.
 
Apesar da determinação da magistrada, vários correligionários do candidato Ricardo Coutinho saíram às ruas para comemorar os números do Ibope que aponta uma vitória do candidato sobre o governador e candidato a reeleição, José Maranhão (PMDB), por 4% de diferença.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.