José Maranhão sinaliza para instalação do TCM

Cláudia Carvalho

O governador José Maranhão (PMDB) sinalizou hoje que o Tribunal de Contas dos Municípios pode não estar tão morto como parecia ao final da gestão de Cássio Cunha Lima (PSDB). Em entrevista à Rede Paraíba Sat, ele disse que não há pressa para extinguir o TCM, explicando, assim, a atitude do líder do Governo na Assembleia, Gervásio Filho, que retirou essa semana as assinaturas dos deputados de situação à PEC que previa a extinção do TCM.

"Não temos urgência em extinguir o Tribunal de Contas dos Municípios porque o governo atual entende que não há necessidade atual de instala-lo. Mas, não devemos tirar da Constituição essa prerrogativa. Quando houver necessidade, seja nesse governo ou em outro, ele pode ser instalado. Não faz sentido encerrar o tribunal, que já está previsto em lei", disse ele.

As declarações de Maranhão foram dadas de Campina Grande, onde ele participou de uma intensa agenda administrativa, incluindo reuniões com artesãos e empresários da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). À tarde, ele visita o Hospital Escola da FAP – Fundação Assistencial da Paraíba, no bairro de Bodocongó e o canteiro de obras do Conjunto Habitacional Colinas do Sol.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.