José Luiz Júnior deixa o PSC e se lança candidato a prefeito de CG

O vice-prefeito de Campina Grande, José Luiz Júnior (PSC), participou hoje do programa de estreia dos jornalistas Cláudia Carvalho, Josival Pereira e Paulo Neto na Nova Tambaú FM (102,5 Mhz) e disse no Tambaú Debate (11h45 às 13h30) que vai deixar o PSC, partido do qual era presidente até o ingresso do deputado federal Marcondes Gadelha, que o sucedeu.

– Na atuação do partido, isso me causou atropelo e eu não posso permanecer no partido. Eu tive uma conversa com o governador José Maranhão e um dia, quando o filho de Marcondes Gadelha quis se ausentar da Secretaria de Infraestrutura para disputar o mandato federal, eu manifestei meu desejo de assumir a Secretaria. O governador disse que eu buscasse o apoio do partido. Eu busquei e não encontrei. Um doente hepático tem que ocupar a mente para não ter depressão. Na Prefeitura de Campina Grande começaram a não me dar o espaço porque eu estava doente. Mas, Veneziano foi muito correto comigo e espero voltar a ajuda-lo mais, quando estou sadio e em plenas condições de desenvolver minhas tarefas.

Zé Luiz acrescentou que não decidiu ainda a data de saída do PSC, mas acrescentou recebeu o convite de sete partidos para o ingresso, após a desfiliação do PSC:

– Fui procurado e esses dirigentes se colocaram à disposição. Eu penso em continuar na política e trabalho para eu possa concorrer à Prefeitura de Campina Grande com o apoio de Veneziano. Se isso não acontecer, não haverá nenhuma briga. Ele continuará o caminho dele e eu, o meu. A gente precisa ter sonhos. O que me ajudou a estar vivo é a capacidade de sonhar. Eu sonhava em ser secretário de Estado. Não ter sido, não foi um problema, mas uma frustração. Eu sonhei em ser prefeito. Sonhei que Veneziano deixasse a prefeitura para ser vice-governador. Minha mente estava pautada nesses assuntos e isso me ajudava a caminhar.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.