José Alencar passa bem após cirurgia, mas não há previsão de alta

O vice-presidente da República, José Alencar, se recupera bem da cirurgia a que foi submetido na última sexta-feira, mas ainda não tem previsão de quando receberá alta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

De acordo com a assessoria do hospital, a recuperação de Alencar tem sido bastante satisfatória. Ele recebeu alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na manhã deste domingo e permanece internado no quarto.

A colostomia –procedimento no qual se faz uma abertura no abdômen para a drenagem das fezes– já havia sido sugerida em cirurgia anterior, mas Alencar preferiu não fazê-la. Essa foi segunda intervenção cirúrgica em apenas um mês e a 15ª dos últimos 12 anos em tratamentos contra o câncer, descoberto em 1997.

O procedimento foi necessário, segundo os médicos, em razão da presença de tumores na região pélvica que impediam o funcionamento normal do intestino. Na sexta-feira, o médico Raul Cutait, um dos responsáveis pela intervenção, disse que Alencar "se comportou muito bem durante a cirurgia". "Mais uma vez, ele foi um bravo e um forte", ressaltou o médico.

Alencar havia recebido alta no início da noite anterior, em internação iniciada no último dia 8 para se recuperar de uma cirurgia para corrigir uma obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

Na quinta-feira à noite (23), ao deixar o hospital, ele disse que saia vitorioso, mas admitiu que "não foi fácil". "Saio vitorioso de uma batalha, mas a guerra [contra o câncer] continua", disse.

Alencar também faz um tratamento experimental no Centro Oncológico MD Anderson, nos EUA, um dos maiores centros especializados em câncer do mundo.

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.