João Gonçalves já admite haver realinhamento do PSDB na AL

O PSDB está cobrando ao deputado João Gonçalves (PSDB) um  realinhamento político com o partido nas posições de decisões de bancada. A revelação foi do próprio deputado tucano, ontem, na Assembleia Legislativa. O parlamentar admitiu estar mantendo conversações nesse sentido com membros da legenda tucana e não descartou a possibilidade do realinhamento com o PSDB, cujo segmento majoritário apoia o governador eleito Ricardo Coutinho (PSDB).

Segundo João Gonçalves, a unidade do partido é uma necessidade para a legenda, uma vez que a campanha e as eleições já passaram, e ele não pode mais “marchar de forma diferente (do PSDB)”, de maneira a “diminuir o partido”.

“O partido, agora, quer um andamento, quer um segmento, tem que tomar uma decisão, uma posição”, disse João, revelando que pretende conversar com o presidente do PSDB, senador Cícero Lucena, sobre a possibilidade dele fazer parte, na Assembleia, da disposição do partido com o novo governo.
Contudo, João Gonçalves destacou que ainda pretende conversar sobre as propostas do novo governo para a Paraíba. Embora decida marchar unido com o PSDB, destaca que isso não significa necessariamente adesão à bancada de Ricardo. “Eu não falei Ricardo, falei partido”, corrigiu o deputado.
“Uma coisa é fazer campanha, outra, é o que tem que ser feito verdadeiramente no governo: servidores públicos, polícias, a indústria da construção civil, que gera emprego e renda, educação; saúde, segurança pública. Não terei nenhuma dificuldade de votar naquilo que é de interesse da população, dos servidores, do povo de um modo geral”, disse, declarando que, dessa forma, não vê problema nenhum em apoiar os projetos que beneficiem a Paraíba, mesmo que sejam de Ricardo Coutinho. 

“Mas precisamos conversar e botar os pontos nos ‘is’, precisamos ver o partido crescer”, esclareceu, acrescentando que o PSDB governa, hoje, 52% da população brasileira em oito estados da Federação, onde venceu as eleições para governador. “Temos que pensar grande, as questões político-eleitorais já passaram. Oposição por oposição não serei”, defendeu João Gonçalves. 

O deputado Romero Rodrigues (PSDB) reforçou a fala do deputado João Gonçalves em relação à necessidade do entendimento interno da legenda, e declarou seu desejo de que o senador Cícero Lucena (PSDB) também se enquadre ao projeto defendido pelo PSDB, lembrando que o partido será governo a partir de 1º de janeiro de 2011. Além disso, Romero defende a permanência de Cícero na presidência da legenda no Estado. 

 

 

Jornal da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.