João Gonçalves evita falar sobre apoio e prevê reunião do PSDB

O plenário da Assembleia Legislativa, após o segundo turno das eleições, registrou a presença de 13 dos 36 deputados, hoje de manhã. A sessão deliberativa foi marcada por pronunciamentos. Um deles foi do tucano João Gonçalves. Ele deixou claro que o plenário não era o espaço para discutir resultado de eleições e sim de elaborar matérias e analisá-las para melhorar o dia-dia do povo. Ele aproveitou a oportunidade para cobrar o dia-dia normal da Assembleia Legislativa, com a presença dos demais parlamentares e a apreciação de projetos de interesse da Paraíba: “As eleições passaram e cabe a nós não discutir qualquer resultado aqui. Foi uma vontade da maioria dos paraibanos e temos que respeitar. Agora é hora é de trabalhar.  Vamos cobrar a presença na Casa dos demais deputados para que os projetos sejam apreciados e possamos dar continuidade ao nosso trabalho”, disse.

Gonçalves que é presidente da Comissão de Orçamento da Casa, ainda destacou os vetos da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, que precisam ser discutidos pela Casa. Segundo o deputado, o impasse vem atrasando o andamento do Plano Plurianual – PPA e da Lei Orçamentária Anual “esses vetos poderiam ter qualquer modificação em nível do orçamento e precisamos dar andamento para votação”.

PSDB – João disse ter sido indagado pela imprensa a respeito de sua postura quanto à gestão do governador eleito Ricardo Coutinho (PSB). Ele, contudo, limitou-se a dizer que manteria um comportamento de respeito aos projetos de interesse da população: "O PSDB esteve partido nas eleições. É preciso que o partido se reúna para analisar isso", disse, sinalizando que o diretório tucano deve pronunciar-se sobre a linha que os parlamentares adotarão a partir de janeiro de 2011.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.