João Gonçalves atende a apelo de Rômulo: “Não quero mais ser dissidente”

Não há mais dúvidas de que o deputado estadual João Gonçalves (PSDB) tende a se incorporar à bancada de apoio ao governador eleito Ricardo Coutinho (PSB). Ele disse ontem, em entrevista ao programa Correio Debate, na TV Correio, que não quer mais ser dissidente e que sua atitude seria em atenção ao esforço do vice-governador eleito, Rômulo Gouveia (PSDB):

– Estou estou do lado daquilo que é positivo para a Paraíba. Fui procurado pelo vice-governador por mais de quatro ou cinco vezes. Ele queria um realinhamento dentro do partido. Ele e outras pessoas me pediram para que eu pudesse me adequar ao partido. As eleições acabaram. Vamos trabalhar para a Paraíba, para gerar emprego e renda.

João também adotou o discurso pregado pelo deputado federal eleito Ruy Carneiro e disse que a divergência entre os blocos de Cícero Lucena e Cássio Cunha Lima deve acabar:

– Isso deve acabar. As eleições acabaram e a população decidiu que queria Ricardo Coutinho. Eu fui dissidente. A população entendeu diferente do que eu estava pensando. O partido tem que trabalhar para que o senador Cássio restabeleça seu mandato. Se isso não acontecer, o partido tem que discutir para se unificar. Eu não vou continuar dissidente. Eu não vou continuar nessa intriga e nessa cizânia. Vou instrumentalizar uma postura mais propositiva e para acabar com esse rame rame dentro do partido. Nós temos muito o que fazer pela Paraíba.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.