João Azevêdo nomeia novos diretores dos hospitais de Trauma de João Pessoa e Mamanguape

O governador João Azevêdo nomeou os novos diretores do Hospital de Trauma de João Pessoa e do Hospital Regional de Mamanguape. Os dois eram geridos por organizações sociais, cujos contratos foram suspensos, conforme anúncio feito no início da semana pelo governador.

Para o Trauma de João pessoa foi nomeado Leonardo de Lima Leite e para o Hospital de Mamanguape o novo diretor é Daniel José Gonçalves.

A nomeação dos dois, além de outros cargos, foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (27).

O governador João Azevêdo anunciou, na segunda-feira (23), a determinação para a Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunicar, imediatamente, o encerramento de todos os contratos de gestão pactuada com as Organizações Sociais na área da saúde, obedecendo um calendário instituído pelo governo. Em entrevista coletiva realizada no Palácio da Redenção, em João Pessoa, o chefe do Executivo estadual também apresentou os cronogramas de transição das unidades hospitalares para a administração estadual e, em seguida, para a Fundação PB Saúde.

Na ocasião, ele ainda apresentou ações de controle nos contratos de gestão pactuada em 2019, quando houve intervenção, auditoria, fim do contrato com a Cruz Vermelha e implementação de novos fluxos operacionais de fiscalização junto aos gestores de contrato, com apoio da Controladoria Geral do Estado (CGE).

De acordo com o gestor, o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, e o Hospital de Mamanguape passarão a ser geridos pelo governo estadual a partir deste sábado (28). Já a Maternidade Peregrino de Carvalho, em Patos; o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita; o Complexo Hospitalar e Hospital do Bem, em Patos; as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Guarabira, Santa Rita e Princesa Isabel, além do Centro Especializado em Reabilitação (CER) de Sousa passarão para o controle da SES nos primeiros dois meses de 2020.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.