João Azevêdo nega distanciamento entre ele e o ex-governador Ricardo Coutinho: “Não existe isso”

Com uma frase curta, o governador João Azevêdo negou nesta quinta-feira (2) haver distanciamento entre ele e o ex-governador Ricardo Coutinho por conta das mudanças promovidas em sua equipe de auxiliares nos últimos dias, quando Gilberto Carneiro (Procuradoria) e Waldson de Souza (Planejamento) foram exonerados dos cargos.

“Não existe isso não. Talvez seja a vontade de alguns”, disse João Azevêdo ao ser questionado se o fato das mudanças não afetariam a relação com Ricardo. A declaração foi dada durante a abertura da campanha do Movimento ‘Maio Amarelo’ na Paraíba, realizada na manhã de hoje.

O governador disse que as mudanças são naturais. Ele, informou, inclusive, na ocasião, que outras mudanças vão ocorrer.

Posse

Gilberto Carneiro será substituído pelo advogado Fábio Andrade Medeiros, que será empossado como procurador-geral do Estado, nesta quinta-feira (2), às 14h30, em solenidade, no auditório da Cinep (Companhia de Desenvolvimento da Paraíba), conduzida pelo Conselho Superior da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-PB).

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.