João Azevedo minimiza ação do PSB contra seu mandato: “Estou tranquilo”

“A legislação está aí para dizer o contrário. Então, eu não estou preocupado com isso, não”. A declaração foi do governador da Paraíba, João Azevedo comentando o anúncio feito pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, que prometeu acioná-lo na Justiça requerendo a perda de seu mandato e ainda a devolução dos R$ 3,3 milhões investidos na campanha eleitoral do ano passado.

Ao ser questionado sobre sua relação com os deputados, prefeitos e demais detentores de mandato do PSB, o governador prometeu um tratamento republicano: “Nunca deixei de atender um prefeito de oposição. Ontem eu estava em Monte Horebe, inaugurando uma adutora e o prefeito Marcos Eron não votou em mim, as pessoas evidentemente merecem respeito, a minha relação é republicana, assim como quero ir à Brasília e ser recebido por qualquer ministro. Não represento a mim mesmo, represento o estado”, declarou.

Ele também falou sobre sua expectativa em relação à postura dos deputados do PSB, especialmente os ligados o ex-governador Ricardo Coutinho, a exemplo de Cida Ramos, Estela Bezerra, Buba Germano e Jeová Campos. O governo espera que eles continuem votando a favor das matérias de interesse do governo.

As declarações foram dadas pela manhã no Palácio da Redenção onde o João anunciou o Programa Governo Digital, que tem como principal objetivo facilitar o acesso do cidadão a diversos serviços oferecidos pelo Estado. O “Governo Digital”, além de facilitar o acesso da população a serviços como recebimento de remédios e as ofertas de empregos disponíveis, vai, ainda, tornar mais rápida a concessão desses serviços.

Comentários