João aguarda decisão de Arthur sobre retorno e admite recorrer à Justiça

O deputado estadual João Gonçalves revelou hoje à noite ao Parlamentopb que continua esperando pela decisão do presidente da Assembleia Legislativa, Arthur Cunha Lima, sobre seu pedido para retomar o mandato parlamentar do qual está licenciado desde o dia 31 de março. O tucano alega que seu pedido de licença não apresentou o atestado médico, necessário para embasar o afastamento da atividade parlamentar e, por isso, argumenta que não deveria ter sido atendido. Agora, João já admite recorrer à Justiça para voltar ao mandato.

– Conversei com o presidente da Assembleia e pedi a ele uma resposta para o meu caso. Apresentei um pedido de licença, mas não anexei o atestado médico. Depois, refleti e vi que não deveria me afastar, mas duas horas depois, a licença já estava publicada no Diário do Poder Legislativo. Como é que concederam uma licença sem a documentação necessária? Agora, estou aguardando uma resposta, que já deveria ter sido dada.

Indagado a respeito da possibilidade de ir à Justiça para reassumir o mandato, João foi taxativo:

– Claro. Compete ao presidente da Casa decidir e eu recorri a ele antes de recorrer de maneira judicial a um direito meu, que é líquido e certo, natural.

Com a licença de João Gonçalves, assumiu o mandato o suplente, Pedro Medeiros. Ao mesmo tempo, Dunga Júnior se afastou para ocupar a secretaria de Articulação Política de João Pessoa, causando a convocação de Ricardo Barbosa, crítico ferrenho do Governo do Estado.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.