Jeová e Cabo Gilberto farão audiência para encerramento do Maio Amarelo nesta segunda

Os deputados estaduais Jeová Campos (PSB) e Cabo Gilberto, realizarão, na próxima segunda-feira (10), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), uma audiência pública para marcar o encerramento do movimento Maio Amarelo, uma ação desenvolvida pelo Observatório Nacional de Segurança Viária – ONSV com o objetivo de envolver a sociedade em novas ações sobre mobilidade urbana e a segurança no trânsito. O evento terá início às 15h e contará com a presença de diversas autoridades e entidades ligadas à mobilidade urbana do estado, bem como também já confirmaram presença os representantes do ONSV, idealizadores da campanha.

Como autor de uma indicação de Projeto de Lei que introduz os estudos de Código de Trânsito nas escolas da rede em ensino estadual, na missão de formar os futuros condutores, Jeová acredita que o Maio Amarelo é um estímulo à reflexão de todos que fazem parte do Trânsito. O parlamentar afirmou que a discussão acontece em um momento muito propício, tendo em vista as mudanças que estão sendo propostas pelo Governo Federal que, na opinião dele, faz com que a sociedade retroceda em segurança.

“Ele foi um movimento que propôs o envolvimento da sociedade, uma mudança, um novo olhar para a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, para escolher a vida, um trânsito mais seguro e ele deve continuar sempre, agora, mais do nunca”, comentou, acrescentando que as propostas do Governo Federal a respeito da liberação do exame toxicológico e o fim das multas para quem deixa de usar cadeirinha para crianças é um verdadeiro atraso em relação a todas às ações já conquistas pela sociedade em relação à paz e segurança no trânsito.

“O rigor nas leis de trânsito só fez bem. Reduzimos o número de acidentes por embriaguez ao volante, garantimos um pouco mais de segurança para as crianças através de cadeirinhas apropriadas, o uso obrigatório dos cintos de segurança, radares nas estradas, então, ignorar essas conquistas agora é um retrocesso. Não podemos voltar no tempo, principalmente quando temos outro trânsito. Diferente de tempos atrás, hoje temos uma frota muito maior de veículos e temos que garantir sempre um mínimo de segurança a todos nós”, explicou o deputado.

Jeová e Cabo Gilberto farão audiência para encerramento do Maio Amarelo nesta segunda

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.