Jeová discorda de Maranhão e continua contra instalação de Tribunal

O deputado estadual Jeová Campos, líder do PT na Assembleia Legislativa, enfatizou hoje em entrevista ao Parlamentopb que mantém seu posicionamento contrário à instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), embora o governador José Maranhão (PMDB) tenha admitido que não há pressa em votar a PEC que extingue o órgão.

"Tenho muito respeito ao governador e faço parte da bancada de apoio a ele na Assembleia, mas eu não mudei meu pensamento. Sou contra e se a matéria for a voto, eu voto contrário. Não faz sentido implantar o TCM porque ele não é necessário", declarou.

Campos acrescentou à sua declaração a defesa de que as regras para indicações de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado seja mudadas. Para ele, a composição da Côrte deveria se dar através de concurso público e não pela nomeação de agentes políticos: "Num passado recente tivemos tio de governador e irmão de secretário de Estado compondo a Côrte que ia julgar as contas do Governo. É uma situação muito frágil que precisa ser revista", resumiu.

O deputado está em Monteiro, onde acontece hoje de manhã na Câmara Municipal uma audiência a respeito do Desenvolvimento Econômico do Nordeste.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.