Jefferson Kita é empossado e promete enxugar a folha de pessoal em Bayeux

Em sessão solene, realizada no final da tarde desta quinta (21), no Plenário Vicente Pereira da Silva, da Câmara Municipal de Bayeux, o vereador Jefferson Kita (Cidadania) foi empossado como novo prefeito do município, após afastamento cautelar de Berg Lima, decretado pelo Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba, em sessão realizada nesta quarta (20).

Com relatoria do desembargador Joás de Brito Pereira Filho, o Pleno do TJ acolheu denúncia e afastou o gestor imediatamente por crime de contratação irregular de funcionários fantasmas e pela prática de ‘rachadinha’, com o placar de 12 votos contra 1.

Na tarde de hoje, Joás comunicou a decisão ao juiz Franciso Antunes Batista, titular da 4º Vara Mista de Bayeux, que notificou o parlamentar nesta tarde.

A sessão solene de posse contou com a presença de vereadores de autoridades.

Em seu discurso, Kita assegurou à população bayeuxense uma gestão técnica e austera, que priorizará o enxugamento da folha, a contenção de gastos e o combate eficiente à pandemia do Coronavírus.

Confira um trecho do discurso:

“A missão é dura e árdua que recebemos. Em um ano de eleição e com uma pandemia, assumimos no pior momento que poderia assumir um prefeito interino. A missão vai ser difícil, mas peço sabedoria a Deus para tirar Bayeux desse caos administrativo. Não sabemos o rombo que iremos encontrar na prefeitura, mas iremos fazer um enxugamento na folha, pois só assim encontraremos o equilíbrio. Vamos pedir ajuda aos entes federados nessa luta. Pedimos compreensão a população, pois não iremos fazer milagre da noite pro dia, mas faremos o possível para tirar Bayeux desse caos administrativo e político”.

Logo após a posse, Kita falou já como novo prefeito de Bayeux. Confira:

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.