Iraê Lucena registra protesto por causa de texto “chulo” de Adriano de Leon

Um texto interpretado como de conteúdo pejorativo e depreciativo de autoria do professor Adriano de Leon (Coordenador do curso de sociologia da UFPB) recebeu fortes críticas da deputada estadual Iraê Lucena (PMDB) no dia de hoje. Sob o título “Enquanto isso as mulheres na política” o artigo foi publicado no blog pessoal do professor. A mensagem, segundo a deputada, se configura um desrespeito à mulher paraibana pelo conteúdo considerado “chulo” e “desrespeitoso”.

Conforme Iraê, a mulher paraibana merece todo o respeito pela luta que tem travado contra a violência familiar e ainda contra a brutalidade com que é tratada no seu cotidiano.  A deputada disse que opiniões como a do professor universitário não expressam, em nenhum momento, o papel da mulher na vida social, política e econômica do Estado da Paraíba. Mas não foi apenas a deputada quem teve uma reação adversa contra a opinião do professor de Leon.

A jornalista Marcela Sitônio, presidente da Associação Paraibana de Imprensa (API), disse que opiniões que procuram macular a imagem da mulher precisam ser respondidas à altura. “A paraibana é uma incansável batalhadora contra as injustiças que lhes são praticadas em casa, na rua ou em qualquer lugar. Não devemos, de maneira nenhuma, aceitar caladas que esse tipo de opinião pejorativa passe a integrar uma opinião comum, como se a mulher não tivesse vontade própria e nem importância para os diversos segmentos dentro da sociedade em que está inserida”, disse Marcela.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.