Intervenções da PMJP evitam alagamentos em pontos cruciais de JP

Obras realizadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para acabar com problemas históricos de alagamento em pontos cruciais da cidade durante o período chuvoso já apresentam resultados positivos. Entre as principais intervenções estão a Lagoa do Parque Solon de Lucena, concluída há dois anos, ponte sobre o Rio Jaguaribe, na Avenida Beira Rio, trecho em frente a CBTU, no Varadouro, além da drenagem pluvial do bairro dos Bancários – estas duas últimas em fase final de conclusão.

As obras realizadas no Parque da Lagoa, na região central da cidade, receberam ações de drenagem e a construção de um túnel que leva a água até a tubulação pluvial e, de lá, até o Rio Sanhauá, acabando com os alagamentos frequentes em um dos principais pontos históricos da cidade.

Esta semana a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) informou que, no Varadouro, a obra que inclui uma nova rede de drenagem no trecho onde existia retenção de água, por se tratar de um ponto baixo, sujeito inclusive à influência da maré, chegou a 95% de conclusão. A intervenção ainda conta com a pavimentação das ruas Padre Azevedo, Desembargador Trindade, Avenida Sanhauá e Praça Olavo Bilac.

Na Avenida Beira Rio, a ponte sobre o Rio Jaguaribe, que faz parte do conjunto de intervenções para resolver definitivamente os problemas de alagamento e de fluidez do trânsito nas proximidades do acesso para o bairro do Altiplano, também está na fase final de conclusão. A ponte consiste em um elevado no nível da pista em cerca de dois metros e meio, para evitar risco de o nível do rio subir mais que a altura da ponte, dando fim aos alagamentos que inviabilizavam totalmente o trânsito nos períodos chuvosos, pois a via se constituía apenas de uma pista sobre um bueiro.

No bairro dos Bancários, a ampliação do sistema de drenagem pluvial se concentra nas proximidades do Centro de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Cpics) Equilíbrio do Ser, na Avenida Sergio Guerra. O novo ramal de drenagem que escoa as águas que se acumulam das chuvas tem diâmetro de 1.000 mm e aproximadamente 750 metros de comprimento.

As obras foram iniciadas na Rua Bancário Amauri de Sousa, passando pelas Três Ruas, por onde também passa o ramal. O projeto também incluiu a construção de uma estrutura de dissipação da água de forma controlada, para evitar erosão.

Nas ultimas 24h, as chuvas em João Pessoa atingiram a marca de 85 milímetros (mm), de acordo com dados da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de João Pessoa (Compdec/JP). Em nenhum dos pontos atacados pela Gestão Municipal foram registradas ocorrência de alagamento.

Comentários