Integração Temporal de João Pessoa completa um ano e meio

Ao completar um ano e seis meses de funcionamento, o sistema de Integração Temporal Metropolitana de João Pessoa, criado pelo Governo Municipal, apresentou um aumento de cerca de 15% no total de passagens registradas no primeiro mês de implantação do serviço. Em maio de 2009, quando o sistema foi criado, foram totalizadas 90.739 passagens, e em setembro deste ano esse número chegou a 135.421, uma diferença de 44.682 registros.

Atualmente, o sistema atende moradores da Capital, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Conde e Alhandra. Com a Integração Metropolitana, os usuários têm um desconto de 50% no valor da segunda passagem. Após desembarcar do primeiro ônibus, o passageiro tem um tempo de pelo menos 30 minutos para trocar de linha. Desde que foi implantada, a Integração Metropolitana tem trazido vários benefícios para a população desses municípios. Um deles é uma maior possibilidade de conseguir emprego nas cidades integradas ao sistema.

– Muitas pessoas que moram em cidades próximas a João Pessoa tinham dificuldades de conseguir empregos por causa do custo das passagens. Agora, a situação melhorou devido ao desconto na segunda passagem implementado com a Integração Metropolitana, destacou a superintendente de Transportes e Trânsito do município (STTrans), Laura Farias.

A empregada doméstica Luzia Graciano da Silva, que mora em Bayeux, afirmou que a Integração Metropolitana melhorou muito a vida dos usuários dos transportes intermunicipais.

– Eu trabalho para uma família no Cabo Branco e sentia a dificuldade de pagar as passagens de ônibus, já que as despesas são divididas comigo e o empregador, disse. Com a Integração, revelou Luzia, houve uma redução nos gastos, o que ajuda a permanecer no emprego.

Completando um ano e meio no emprego, o operador de loja Junyelkson Almeida também tem o que comemorar.

– Esse sistema facilitou a minha vida, pois moro em Santa Rita e trabalho em Cabedelo, disse. Só de passagens entre as duas cidades ele teria que pagar por dia, de ida e volta, R$ 8,80. Com a integração, o gasto foi reduzido para R$ 6,60, quer dizer, uma economia de R$ 2,20 por dia.

Outra conquista dos usuários é a possibilidade de utilizar o sistema para lazer, como realizar passeios em qualquer dia da semana. “Há um grande fluxo de pessoas utilizando o serviço nos finais de semana e feriados, para irem às praias de João Pessoa e Conde e até mesmo para visitar familiares”, observou o diretor de transportes da STTrans, Adalberto Araújo.

A superintendente da STTrans, Laura Farias, destacou os benefícios do sistema para quem estuda em cidades próximas e precisa desembolsar quatro passagens diárias para assistir aula.

– A Integração Metropolitana acaba trazendo para a população desses municípios uma cadeia de benefícios, com melhores condições de acesso ao trabalho, lazer e estudo, ressaltou. Ela lembrou ainda que o sistema também trouxe benefícios tanto para os usuários quanto para os empresários da região.

Exemplo – Desde que foi implantado, o sistema de Integração Metropolitana de João Pessoa vem servindo de exemplo para outras capitais brasileiras.

– Gestores de cidades como Vitória e Natal já estiveram aqui para conhecer o sistema, com o intuito de levar nossa experiência para suas cidades, informou o diretor de transportes da STTrans.

O curioso é que uma comitiva de Fortaleza, cidade que foi visitada por técnicos da STTrans antes da implantação do sistema, virá conhecer como funciona o serviço local, pois ainda não conseguiram concluir o sistema na Capital cearense. Uma equipe de Angola também agendou uma visita à capital paraibana para ver o funcionamento do sistema implantado pela PMJP.

Para utilizar o Sistema de Integração Metropolitana, o usuário precisa utilizar o cartão "Integra Bem" ou (Passe Legal), adquirido no posto da Associação Metropolitana de Transportes Urbanos (AMTU), que fica localizado no Terminal Rodoviário, em João Pessoa. O cartão possui três versões, a “Vale Transporte”, direcionado para empresas, “Estudante”, voltado para os estudantes da rede pública e privada, e ainda o “Cartão Cidadão”, destinado aos demais usuários do sistema.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.