Infarto causa morte de ex-prefeito que era candidato a deputado

As cidades de Picuí e Baraúna, situadas no Curimataú, estão de luto. O ex-prefeito de ambas, Severino Pereira Gomes, de 79 anos, faleceu no final da tarde de ontem, em João Pessoa, onde mantinha contatos visando às eleições de outubro próximo, quando pretendia disputar uma vaga como deputado estadual. Ele estava no apartamento de uma filha, no edifício Caricé, quando teve um infarto fulminante.

Severino Gomes foi, por muitos anos, considerado o “Pai da Pobreza” em Picuí, principalmente quando foi prefeito por ddois mandatos, e o primeiro prefeito de Baraúna, emancipada na década de 90.

"Severino foi um dos grandes líderes políticos da região. Decretamos luto oficial de três dias pela morte dele", disse Buba Germano, atual prefeito de Picuí, ao Parlamentopb.

Na gestão de Severino fora construídas obras como o Mercado Público, o Hospital Municipal, hoje administrado pelo Governo do Estado, e o antigo prédio da Câmara Municipal.

A última investida dele na política foi em 2008, quando não conseguiu lograr êxito na disputa pela Prefeitura de Picuí, sendo derrotado pelo atual prefeito, Rubens Germano.

 
O corpo de Severino Gomes será trasladado da Capital para Baraúna, onde será velado na Câmara Municipal. Em seguida será levado para Picuí, onde será sepultado na tarde desta sexta-feira.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.