Impeachment é arquivado e oposição quer anulação da sessão de hoje

Os vereadores da bancada de oposição ameaçaram pedir a anulação da sessão que aconteceu na manhã de hoje Câmara Municipal de João Pessoa e que arquivou o pedido de impeachment do prefeito Luciano Agra (PSB). Na votação, os 15 vereadores da situação manifestaram-se a favor do arquivamento, e os cinco de oposição, indignados, se retiraram do plenário.

"O que está acontecendo é um atropelo do regimento interno da Casa. Para se ter uma ideia, no processo que cassou o ex-presidente Fernando Collor, todas as peças foram lidas , e o que aconteceu aqui foi a leitura de apenas uma delas, logo essa sessão deve ser anulada", disse o advogado da bancada de oposição, Marcos Souto Maior Filho.

O advogado esclareceu ainda, que para que o processo seja considerado completo, alguns pareceres deveriam constar junto à mesa diretora da Câmara, a exemplo de um parecer emitido pela procuradoria jurídica da Casa, algo que, segundo o advogado, não foi emitido. "Os vereadores votaram em algo que não tinham conhecimento. Eles não leram todas as peças que integravam aquele processo", reforçou.

O vereador Bruno Farias comemorou o arquivamento e disse que a decisão da maioria teria evitado o "linchamento político" do prefeito de João Pessoa: "Não se pode apresentar um pedido de impeachment sem provas. A Câmara não se prestará ao papel de servir de catapulta política para quem quer que seja nas eleições de 2012".

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.