Imagens mostram prefeito de Uiraúna guardando dinheiro de propina na cueca

O prefeito de Uiraúna, Bosco Fernandes, foi flagrado guardando dinheiro na cueca. O valor de R$ 27 mil teria sido pago na sede do PTB pelo deputado Wilson Santiago ao prefeito. Ambos são investigados na Operação Pés de Barro, da Polícia Federal, que mira no desvio de dinheiro da obra da Adutora Capivara, no município do Sertão da Paraíba.

As obras contratadas, inicialmente, pelo montante de R$ 24.807.032,95 já teriam permitido, de acordo com as investigações, a distribuição de propinas no valor R$ 1.266.050,67.

Saiba mais

Em nota, prefeito de Uiraúna fala em restabelecimento da verdade sobre denúncia de desvio de dinheiro

Pés de Barro: Wilson Santiago diz que delator quer favorecimento e implicá-lo de forma pessoal

Operação da PF prende prefeito e cumpre mandado de busca na casa de Wilson Santiago

As investigações da Operação Pés de Barro apuram pagamentos de vantagens ilícitas (“propina”) decorrentes do superfaturamento das obras de construção da “Adutora Capivara”, a qual se trata de um sistema adutor que deve se estender do município de São José do Rio do Peixe/PB ao município de Uiraúna/PB, no Sertão da Paraíba.

As ordens de busca e apreensão, prisão preventiva e suspensão do exercício de funções públicas foram expedidas pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal – STF, tendo em vista a previsão constitucional de foro por prerrogativa de função de um dos investigados, que é o deputado federal Wilson Santiago, o qual foi afastado do cargo pelo Supremo.

 

Comentários