Igreja prepara Romaria de Frei Damião em Guarabira

A Diocese de Guarabira está organizando a 16º Romaria Santuário Memorial Frei Damião, que acontecerá na cidade de Guarabira, no domingo, dia 24 deste mês, para lembrar, antecipadamente, os 12 anos da morte do missionário capuchinho, que ocorreu no dia 31.

A expectativa é de contar com a participação de 30 mil romeiros vindos de toda a Paraíba e de outros Estados, informou o padre Gaspar Rafael Nunes da Costa, reitor do Santuário e Memorial Frei Damião.

A programação consta de missas e atendimento de confissões na capela do santuário durante todo o dia. Às 14h, haverá a saída da romaria da Catedral Nossa Senhora da Luz, contando com a presença de Frei Fernando e encerrada com missa campal presidida por Dom Lucena, Bispo de Guarabira.

A romaria marca, também, início do novenário para a celebração de Pentecostes, que será concluído no sábado seguinte, no Santuário Padre Ibiapina em Santa Fé, em Arara.

“Com essa romaria, queremos resgatar a missão da Igreja, destacado três eixos pastorais aprovado em Assembléia Pastoral na Diocese de Guarabira, que são justamente a missão, a família e a juventude”, afirmou Padre Gaspar Rafael Nunes.

Durante o ano são programadas três romarias, sendo uma no quatro domingo de maio, para lembrar a morte de Frei Damião; a segunda no quatro domingo de agosto, para valorizar o Movimento Terço dos Homens e finalmente, no segundo domingo de dezembro, data da inauguração do Santuário e Memorial. “Todos os domingos temos três missas com atendimento aos visitantes”, garantiu.

Organizada pela Diocese e a Reitoria do Santuário, a romaria conta com a participação das quatro paróquias da cidade e envolve em sua organização pelo menos 200 pessoas além de um efetivo da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, da Companhia de Estadual de Trânsito e equipes médicas.

O Santuário de Frei Damião, situado em Guarabira (PB), é um projeto arquitetônico composto de um museu e uma estátua, em homenagem ao frade capuchinho Frei Damião de Bozzano, um missionário do Nordeste brasileiro. Atualmente é considerada a segunda maior estátua do Brasil.

A inauguração, em dezembro de 2004, contou com a presença de mais de 50 mil fiéis. Foram realizadas parcerias entre a Diocese de Guarabira, a prefeitura de Guarabira e o governo do estado, em sua edificação.

O santuário foi projetado pelo Arquiteto Alexandre Azedo. A construção da obra foi iniciada em 27 de março de 2000. O local foi transformado em santuário através de um decreto emitido pelo então Administrador Apostólico Dom Jaime Vieira em 2007, tendo como primeiro reitor o padre Gaspar Rafael Nunes da Costa.

Numa parceria com a prefeitura de Guarabira, estão sendo restauradas as 15 estações da Via-Sacra que se encontravam danificadas.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.