Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

I Salão Internacional do Livro é aberto oficialmente na Paraíba

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Até o próximo dia 28, João Pessoa será a Capital Mundial do Livro. Foi aberto às 11h desta sexta-feira (20), no Espaço Cultural José Lins do Rego, o 1º Salão Internacional do Livro da Paraíba. São 80 mil títulos de mais de 500 editoras que participam da grande feira de livros. O Governo do Estado, o Ministério da Cultura, o Sebrae e diversos parceiros são os realizadores do mega evento cultural que funciona das 10h às 21h. A entrada é gratuita. Confira a agenda de atividades: café literário, arena cultural, arena infantil, visitação escolar, oficinas, workshops, palestras, cinema, teatro, música e sessões de autógrafos.

O secretário da Educação e Cultura do Estado, Francisco Sales Gaudêncio, representando o governador José Maranhão,  parabenizou o trabalho de todos os envolvidos no evento, realizando o sonho de quem quer o crescimento dos paraibanos, com leitura, com educação de qualidade. Parabenizou o Sebrae e o subsecretário estadual de Cultura, David Fernandes, pelo empenho para que o Salão Internacional do Livro tenha êxito. Sales Gaudêncio ressaltou que o evento é uma oportunidade grandiosa para alunos e professores das escolas públicas e privadas da Paraíba.

O subsecretário estadual de Cultura, David Fernandes, revelou que a realização do 1º Salão Internacional do Livro é a coroação de uma forte ação do governo na cadeia produtiva do livro e da leitura. O Estado, no Governo atual, zerou o déficit de bibliotecas públicas na Paraíba. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas, em 2009 quinze municípios paraibanos não tinha biblioteca pública e hoje todos os 223 municípios dispõem deste importante equipamento de leitura. E as últimas quinze cidades também ganharam estação digital.

O Governo do Estado também moderniza 25 bibliotecas públicas municipais. No Ministério da Cultura encontra-se um projeto do Governo da Paraíba visando a distribuição de livros clássicos de autores paraibanos ao custo de R$ 1 real, cada. David Fernandes destacou que o Salão poderá se tornar um dos mais importantes do país, com o intercâmbio de autores, editores, livreiros, e principalmente os leitores.

O superintendente do Sebrae Paraíba, Júlio Rafael, avaliou que o Salão Internacional do Livro é um evento da mais alta importância porque o Brasil precisa avançar nos indicadores de leitura, e indicadores de educação. Ele acredita que após o pontapé inicial o evento se repetirá regularmente na Paraíba, ajudando a melhorar os indicadores de leitura na Paraíba e no País.

O presidente da Fundação Espaço Cultural, Maurício Burity, afirmou que é uma honra que a Funesc esteja sendo sede de tão grande evento de leitura, onde a população tem a oportunidade de ter contato com as maiores editoras do Brasil.

O jornalista e escritor paraibano radicado em São Paulo, José Nêumanne Pinto, visitou o Salão Internacional do Livro e revelou ter ficado impressionado com a dimensão do evento. “Acho que é um resgate da própria história da Paraíba, que foi sempre ligada à palavra, ao texto, e à palavra imprensa, ao jornal,  ao folheto e ao livro, acho que é um resgate da verdadeira vocação paraibana”, declarou.

O presidente da Academia Paraibana de Letras, Juarez Farias, lamenta que o Salão ainda seja o primeiro, porém, “é receber com alegria. As crianças e jovens virão ao evento e poderão ver o quanto se produz de idéias, de lições e de estímulo para que o país possa ser mais forte, e possa evoluir, e restamos realizando um trabalho magnífico”, declarou o acadêmico. A bibliotecária da Universidade Federal da Paraíba, Marília Mesquita Guedes Pereira, é uma das pessoas idealizadoras do Salão do Livro, projeto sonhado há quinze anos. Ela foi homenageada na abertura do evento pelos secretários Sales Gaudêncio e David Fernandes. Marília afirmou que a leitura é para todos e convida os paraibanos, crianças, jovens, adultos e idosos a visitar a feira.
 

 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

imagem_2024-06-25_131911480-2

Juiz suspende reunião do PSOL que decidiria pelo apoio a Cartaxo

prefeito

Opinião: Atriz atua e não substitui responsabilidade social de gestor

onibus

Ônibus colide com poste no bairro dos Bancários, em João Pessoa

concurso-policial-penal

MPPB, secretarias e sindicato deliberam sobre concurso para policial penal

banheiro

Suspeito de estuprar mulher durante festa de São João em Santa Rita é preso nesta segunda

Dinheiro muito

Prazo para 16 ganhadores do Nota Cidadã resgatarem R$ 40 mil em prêmios termina dia 20

João Almeida, foto divulgação

Ex-vereador João Almeida está internado após cirurgia cardíaca

Programa Justiça 4.0

Programa Justiça 4.0 abre 35 vagas de trabalho

INSS na Paraíba

Servidores do INSS na Paraíba entram em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira

Celso Batista e Luciano Cartaxo

PSOL decide hoje se mantém pré-candidatura de Celso Batista ou apoia Luciano Cartaxo