Homem se passa por Lula e dá entrevista a rádio da Austrália

Segundo o Blog do Boleiro, de Luciano Borges, na última segunda-feira , 2, emissoras que mantêm programas em língua portuguesa, como a SBS, da Austrália, e um canal estatal no Timor Leste, receberam um email de um suposto assessor de Lula, chamado Caio Martins, oferecendo uma entrevista individual com o presidente.

De acordo com o e-mail – que continha vários erros de pontuação e grafia – Lula estaria preocupado em tranquilizar estrangeiros quanto à questão da segurança no Rio de Janeiro (RJ)  durante as Olimpíadas de 2016. A justificativa do contato por email seria o fuso horário.

Na manhã desta sexta-feira (6), mesmo desconfiada, a jornalista gaúcha Beatriz Wagner, produtora executiva do programa de língua portuguesa da SBS, fez a entrevista com o falso Lula. O suposto assessor, chamado Caio Martins, afirmou que o presidente ligaria para o estúdio da emissora, direto do Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

Beatriz falou por 23 minutos com um homem com a voz idêntica à de Lula e com um jeito de falar parecido, informou o Blog do Boleiro. O homem falou sobre as Olimpíadas e, perguntado sobre outros temas, o falso Lula não soube responder direito.

Na ocasião, o suposto Lula chamou o presidente norte-americano, Barack Obama, "meu amigo escurinho", e ao comentar sobre a crise financeira mundial, disse que "o mundo teve que nos engolir goela abaixo". A jornalista consultou o cônsul geral na Austrália, Kywai de Oliveira, e o diplomata estranhou o teor da entrevista.

Além disso, no momento em que conversaram o verdadeiro Lula estava dentro do avião, retornando da Inglaterra. Ao consultar correspondentes do Brasil, a jornalista descobriu que Caio Martins havia oferecido a mesma entrevista ao serviço de língua portuguesa da Rádio Canadá, em Montreal, e por isso, a gravação não foi levada ao ar.

Procurada pelo Portal IMPRENSA, a assessoria de imprensa da Presidência da República informou que não estava ciente sobre o caso. O GSI (Gabinete de Segurança Institucional) informou que vai investigar o incidente.

Portal IMPRENSA

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.