Homem se acorrenta em frente a hospital para conseguir cirurgia para o pai de 69 anos

Na tentativa de conseguir a realização de uma cirurgia para o pai, o motorista Alexandre da Silva Souza, que trabalha com fretes, se acorrentou em frente ao Hospital São Vicente de Paulo, no Centro de João Pessoa e disse que só vai deixar o local quando o pai realizar o procedimento, uma angioplastia.

Segundo o rapaz, o pai dele, seu Adalberto Souza, de 69 anos, é diabético e já esteve cinco vezes no hospital para buscar tratamento e precisa de cirurgia. A luta pela operação, disse Alexandre, já tem quatro meses e todas as vezes o pai dele foi medicado e mandado para casa.

“Tomei essa decisão porque estou cansado de ver meu pai sofrer, gemer de dor e para chamar a atenção da direção do hospital, que é referência em atendimento vascular. Meu pai está com um dedo preto e fedendo. Estamos perdendo tempo e vendo meu pai, um guarda municipal aposentado, sofrer sem ter atendimento”, disse.

O homem se acorrentou a um pilar em frente ao ambulatório vascular do hospital, onde há uma placa informando que não há vagas.

O Hospital São Vicente de Paulo é uma instituição filantrópica, recebe recursos do SUS e doações.

O Serviço Social do hospital informou ainda há pouco à rádio CBN que seu Adalberto está sendo atendido no ambulatório, mas não informou sobre a realização da cirurgia.

A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa disse que não há nenhum pedido de cirurgia no sistema de regulação feito em nome de seu Adalberto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.