Hervázio deixa Câmara e anuncia reconciliação com Ricardo

Acabou o mistério. O vereador Hervázio Bezerra (PSDB) confirmou hoje que renunciará ao mandato municipal para assumir a vaga deixada pelo deputado estadual Manoel Ludgério (PDT). Em um discurso marcado por interrupções pelo embargo na voz, o tucano citou uma frase dita pelo ex-secretário municipal Francisco Barreto (PSL), segundo o qual "a política destrói o afeto":

"Espero que isso não aconteça. Quero contrariar essa escrita. Não pensei que fosse me reconciliar com Ricardo Coutinho, que era meu adversário político, mas quis Deus que eu não me elegesse deputado e que ele fizesse esse gesto para comigo. E para ser amigo de Ricardo eu não tenho que ser inimigo de Cícero Lucena. Isso eu não aceitaria jamais!".

O discurso demorado de Hervázio Bezerra mereceu apartes dos colegas vereadores Durval Ferreira (PP), Benilton Lucena (PT), Bira Pereira (PSB), Tavinho Santos (PTB), Bosquinho (DEM), além do deputado Edmilson Soares (PSB).

"Essa Casa fica mais pobre com sua ausência. Sua elegância fez com que essa Casa se sobressaisse nas discussões do parlamento", resumiu o Bosquinho.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.