Hervázio defende Cícero e diz que Rômulo não é correto com o senador

Paulo de Pádua

O vereador  Hervázio Bezerra (PSDB) saiu hoje à tarde em defesa do senador Cícero Lucena (PSDB) ao considerar "muito infelizes e inadequadas" as declarações do deputado federal Rômulo Gouveia (PSDB). Hervázio criticou a postura do deputado e disse que não era correto o que Rômulo vinha fazendo contra o senador.

Durante entrevista ao programa Correio Verdade, Gouveia disse que Cícero era intransigente ao manter, sem nenhuma viabilidade, sua pré-candidatura ao Governo nas eleições de outubro. “É um fogo amigo, um fogo cruel. Não é correto o que ele (Rômulo) vem fazendo contra Cícero”, declarou.

Hervázio Lembrou que ele, Cícero e outros tucanos foram corretos com Rômulo nas últimas eleições estaduais, ao apoiá-lo na disputa por uma vaga na Câmara Federal. “Fomos buscar apoio para ele até em Campina Grande”, contou. Ele não poupou críticas também ao ex-governador Cássio Cunha Lima, pré-candidato ao Senado, a quem acusou de querer “minar” o projeto de Cícero.

Segundo o vereador, Cássio vota e apoia quem quiser, mas não pode prejudicar e desmerecer a candidatura de Cícero para o governo estadual. “Todo mundo faz a política que bem quer. Cássio pode votar em quem quiser. Mas não pode querer que Cícero desista de sua candidatura”, afirmou.

Hervázio reafirmou que, caso o senador não mantenha seu projeto, vai votar na reeleição do governador José Maranhão. “Eu não voto no ex-prefeito Ricardo Coutinho nem aqui nem em canto nenhum. Não tem quem me faça votar nele”, assegurou. Ao ser questionado se poderia ser acusado de infidelidade partidária pela possibilidade do PSDB se aliar ao PSB, o vereador foi claro e direto: “nós temos uma candidatura própria, infidelidade partidária é não apoiar nossa candidatura”, disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.