Guilherme se diz perplexo com decisão do TRE e admite recurso ao TSE

O deputado estadual Guilherme Almeida disse hoje ter ficado perplexo com a decisão tomada ontem pelo TRE paraibano, que negou o pedido dele para deixar o PSB por justa causa: "Eu fiquei perplexo porque eu nunca vi uma decisão tão contraditória. O Tribunal reconheceu nossos argumentos de que a ata foi fraudada e de que houve falsidade ideológica, mas meu objetivo de deixar o partido não foi reconhecido. Vamos acionar nossos advogados para analisar a conveniência do recurso, porque eu acho que o TSE desmancha esse entendimento", disse ele.

Mesmo sem o direito de se desfiliar por justa causa, Guilherme admitiu que deve anunciar sua saída do PSB até o final do mês: "Cada vez mais, eu não tenho condições de permanecer nesse partido. Não quero ficar, mas não posso anunciar isso, sem analisar juridicamente o efeito dessa saída", resumiu.

Ontem, por 5 votos a 0, o Tribunal Regional Eleitoral decidiu que o deputado não foi perseguido por seu partido. Apesar disso, encaminhou ao Ministério Público Eleitoral um pedido para investigar a suposta fraude nas atas do partido e a ocorrência de falsidade ideológica nos depoimentos de Edir Mendonça e Edvaldo Rosas.

A entrevista completa de Guilherme Almeida poderá ser conferida no Paraíba Agora, da Rede Paraíba Sat, das 12h às 15h.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.