Guilherme Almeida quer unidade da Casa da Cidadania nas Malvinas

As Casas da Cidadania têm um grande alcance social e oferece aos seus usuários uma série de serviços e cada ano o governo amplia os serviços, promovendo ações em favor da cidadania e inclusão social.

A intenção do Governo é implantar outras unidades da Casa da Cidadania no Estado. As Casas têm se notabilizado pela agilidade no fornecimento de documentos e na tramitação de processos. As unidades facilitam a vida do cidadão, tornando assim os serviços públicos da Paraíba mais acessíveis, convenientes, diretos e simples, com funcionários qualificados para a prestação dos serviços à população.

A população das Malvinas, que desde a criação em 1983, nunca tinha sido beneficiada com uma ação deste tipo, que, se concretizada, passará a contar com serviços ligados a CAGEPA, DETRAN, Secretaria de Estado da Receita, Prefeitura Municipal de Campina Grande, TRE, Defensoria Pública, Procon, SINE, Secretaria de Estado da Segurança Pública, Energisa, Tribunal de Justiça, dentre tantos outros serviços.

Atualmente, funcionam sete unidades da Casa da Cidadania em todo estado: três (3) em João Pessoa, uma (1) em Campina Grande, uma (1) em Guarabira, uma (1) em Patos e uma (1) em Cabedelo.

Tendo em vista a quantidade de unidades da Casa da Cidadania na cidade de João Pessoa, o que ainda não atende a população como um todo, nada mais justo do que solicitar a implantação de mais uma unidade na cidade de Campina Grande, justamente no bairro mais populoso da cidade, onde será de suma importância o trabalho desempenhado pelo órgão.

Neste sentido, o Deputado Guilherme Almeida apresentou o requerimento de nº 11.943/2009, aprovado emplenário no dia 20 de agosto, que apela ao Excelentíssimo Senhor Governador do Estado, José Targino Maranhão, para que adote as medidas cabíveis visando a instalação de uma unidade da “Casa da Cidadania” no bairro das Malvinas, na cidade de Campina Grande.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.