Mário Tourinho

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal


Grupo Pró-Bessa muito confiante na Gestão Cícero Lucena

Foi em uma sexta feira e exatamente no dia 5 de fevereiro deste ano que o Grupo Pró-Bessa, em evento ao estilo “café da manhã”, realizou uma reunião que contou com a prestigiosa presença do prefeito Cícero Lucena, este acompanhado de seu secretário José Williams, da Seplan-JP.

Este Grupo Pró-Bessa, conforme notícia veiculada naquela mesma data e no próprio “site” da Prefeitura de João Pessoa (com redação do competente jornalista Carlos César Muniz), “é um grupo de moradores e empresários locais que debate e encaminha reivindicações do bairro” e acrescentou que “na pauta do encontro constaram pleitos em relação a ações da Prefeitura nas áreas de infraestrutura viária, mobilidade urbana, acessibilidade, iluminação e segurança”.

Ao longo destes quatro meses, desde aquela reunião de 5 de fevereiro, praticamente semana a semana ocorre algum contato por parte da assessoria do gabinete do secretário da Seplan-JP com o Grupo Pró-Bessa, como que em uma inteiração, lado a lado, do que esteja sendo manifestado e/ou preparado, objetivando o atendimento aos pleitos expostos naquele encontro.

Ao meio desse contato (ou entre esses contatos), sempre houve a manifestação do Grupo Pró-Bessa quanto à compreensão relativamente a este tempo de pandemia que exige que as ações da Prefeitura priorizem o setor de saúde, como tão dedicadamente tem feito. Entretanto, também sempre ponderou entender que a Gestão Cícero Lucena efetivará, com mais ou menos tempo, as ações fortalecedoras da beira-mar do Bessa, como na reunião foram reivindicadas, assim como outras intervenções nas proximidades daquela área.

Dia 5 deste mês de junho, quando de uma reunião bem informal do Grupo Pró-Bessa, realizada naquela beira-mar (avenida Arthur Monteiro de Paiva), eis que todos observamos já o início de uma das ações pleiteadas, qual seja, a de recomposição da lombada física localizada entre o Restaurante Bessa Brasil e o Restaurante Bessa Grill, embora ainda faltando sua repintura. Também foi observada a instalação da lombada física da avenida Washington Luiz, próxima ao Terminal de Integração, igualmente só faltando a pintura/sinalização de trânsito exigível.

Mas, esse pouco realizado, pelas circunstâncias do momento, já soou ao Grupo Pró-Bessa como certeza de que as demais ações estão por vir, especialmente a de requalificação da iluminação da beira-mar, vez que as atuais luminárias fazem parecer que referido trecho da orla não faça parte da cidade de João Pessoa, ou seja, não esteja sob os cuidados da mesma Prefeitura. E corresponde a um trecho tão só de 1.300 metros de extensão!

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.