Grupo potiguar arremata, mas desiste do Hotel Tambaú

O Tambaú Hotel, em João Pessoa, foi arrematado pelo grupo Arnaldo Gaspar, por R$ 40,020 milhões, mas depois os empresários desistiram da operação. Eles encaminharam um documento ao leiloeiro De Paula Leilões informando sobre a desistência da compra. O mesmo documento foi encaminhado ao Juízo de Direito da 4º Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro. No documento, assinado pelo presidente do Grupo, Arnaldo Gaspar Neto, ele pede o “cancelamento de proposta de arrematação com pagamento parcelado”, sem informar o motivo da desistência.

O leilão aconteceu no Rio de Janeiro na tarde de hoje e se realizou de forma online. O preço mínimo estabelecido seria de pouco mais de R$ 63 milhões, mas um edital publicado no final de semana liberou a venda pelo melhor lance, mesmo não atingindo a metade do valor. Essa foi a segunda praça. Na primeira, com valor estipulado em R$ 133 milhões, não houve lance.

A medida não é passível de qualquer ônus para o grupo, porque os demais lances – foram feitos outros dois – também foram cancelados dentro dos prazos legais. Então, os cancelamentos não têm nenhum tipo de punição. O juiz deve analisar o caso e marcar uma nota data para que o leilão ocorra.

O arremate aconteceu 27 minutos após início do processo, às 14h27. Antes do valor de R$ 40 milhões, houve outros dois lances, o primeiro no valor de R$ 20 milhões dado por um grupo cujo o nome foi identificado por Galdino.

O empresário Arnaldo Neto Gaspar, presidente do grupo, esteve em João Pessoa na semana passada fazendo uma visita às instalações do Tambaú Hotel.

O grupo Arnaldo Gaspar é o mesmo que assinou protocolo com o Governo da Paraíba para construir um resort no Polo Turístico do Cabo Branco – o Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort. Esse grupo, do Rio Grande do Norte, tem larga experiência em hoteleira e já administra o Ocean Palace, na Via Costeira de Natal (RN).

Projeto no Polo Turístico do Cabo Branco

O Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort terá uma área de construção de 43,8 mil m², onde serão instalados 405 apartamentos, complexo de piscinas, quadras esportivas, quiosques, toboágua, restaurante regional, restaurante francês com bar, pizzaria, steak grill, sushi bar, wine bar e área de buffet, sala de yoga, sala de pilates, academia (musculação e aeróbica), local para eventos, cinema, lobby, bares, lounges, cyber café, salão de beleza, lojas, SPA, Centro de Convenções, jardim central e pavimento kids com berçário e jogos. A concepção do projeto prevê um empreendimento autossuficiente energeticamente, com a utilização de energia fotovoltaica.

 

 

Turismo em Foco

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.