Grupo maranhista vence por um voto, mas não retira candidatura de Couto

A reunião realizada hoje de manhã pelo diretório regional do PT paraibano aprovou, por 23 votos contra 22 abstenções (todas do grupo de Luiz Couto) uma resolução apresentada pelos petistas que participam do Governo Maranhão III. O texto, apresentado por Luciano Cartaxo, Giucélia Figueiredo, Rodrigo Soares e Frei Anastácio prega que as discussões sobre alianças e composições sobre as eleições estaduais se deem no ano que vem. Eles, contudo, não sinalizaram para a manutenção do apoio a José Maranhão e nem descartaram a hipótese de disputar o Senado, embora não tenham apontado Couto como nome para a disputa.

No encontro, realizado no Hotel Xênius, a resolução cita que em 2010 o PT deve se reunir e decidir a quem emprestar seu apoio. Ao mesmo tempo em que defende a unidade das oposições, cita como possível a manutenção de Ricardo Coutinho e José Maranhão na mesma chapa, tese que se torna cada vez menos provável diante da conjuntura partidária.

Os aliados de Luiz Couto se sentiram motivados pelo placar apertado e decidiram realizar reuniões em diversas regiões do Estado para ampliar os apoios à postulação de Couto ao Senado e à eventual aliança com Ricardo Coutinho. O secretário de organização do PT, Jackson Macedo, definiu o sentimento do grupo: "Nem todos os participantes do Governo Maranhão III juntos conseguiram ter maioria no PT. Isso mostra o quanto a fragilidade de quem defende o Governo do Estado. Vamos buscar mais apoios".

No dia 13 de junho, a ala ligada a Luiz Couto realiza uma reunião em Serra Branca. Outro evento, dessa vez na Região da Borborema, também está agendado para acontecer.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.