Governo troca toda a diretoria do Hospital de Trauma

O governador Ricardo Coutinho (PSB) fez mais uma mudança na equipe de auxiliares. Desta vez as mudanças ocorreram na direção do hospital de Emergência e Trauma “senador Humberto Lucena”, em João Pessoa. Ontem, o Diário Oficial do Estado publicou as exonerações do diretor-geral, Edson Souza Neves e do diretor técnico, Francisco Antônio Barbosa Queiroga.

Na mesma edição do DOE, foram publicadas as nomeações de Fabiana Fernandes de Araújo para a direção-geral e de Ana Maria Veiga de Melo para a diretoria técnica. O hospital de Trauma enfrenta problemas de superlotação, segundo denúncias do sindicato dos médicos da Paraíba. Os diretores inclusive teriam colocado os cargos à disposição do governador para as devidas mudanças.

Nos últimos dois meses, a equipe do governo sofreu várias modificações com as saídas de auxiliares do primeiro e segundo escalões. No primeiro escalão, as mexidas ocorreram nas pastas da Educação, Saúde e Administração Penitenciária. No segundo escalão, além do hospital de Trauma, houve substituições na Defensoria-Geral do Estado.

Casos anteriores – O primeiro a deixar o governo foi o professor Fernando Abath, da Secretaria de Educação. Ele alegou problemas de saúde para se afastar do cargo. Para o seu lugar, o governador Ricardo Coutinho nomeou o professor Afonso Scocuglia. O segundo a sair foi o médico cardiologista Mário Toscano, que também alegou problemas de saúde. Ele foi substituído por Waldson Souza.

Já na Secretaria da Administração Penitenciária saíram o titular José Alves Formiga e o adjunto, o sargento Dênis. Os dois tinham sérios problemas de relacionamento, fato que levou o governador Ricardo Coutinho a intervir.

Os ex-secretários estaduais  foram substituídos por Harrison Targino e José Bernardino. Também houve mudanças na Defensoria-Geral com a saída de Otávio Araújo e a sua substituição por Vanildo  Brito.
 

Jornal da Paraíba

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.