Governo orienta UEPB a usar reserva para pagar servidores

A reitora da Universidade Estadual da Paraíba, professora Marlene Alves disse que a instituição usará recursos de sua reserva para não atrasar os salários dos servidores.
 
– Nós não temos mais nesse momento nenhum complicador com relação ao nosso salário. Nós tivemos uma reunião ontem com o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, que nos apresentou o problema real de caixa do estado, das condições financeiras do estado e fez um apelo para que a universidade usasse de uma reserva financeira que ela tem, resolvesse a situação atual dos salários e que depois em um momento oportuno o estado irá repor essa verba.
 
De acordo com ela, o pagamento dos servidores será efetuado ainda hoje e o repasse do Estado só será feito quando ele se reorganizar financeiramente.
 
– Nós estamos nos colocando na condição de parceiros, estado e universidade estadual, vamos repassar essa reserva e conversaremos quando o estado estiver equilibrado financeiramente. Mas os salário serão pagos ainda hoje.
 
Marlene informou também que a UEPB voltará a se mobilizar no próximo dia 11, em sessão extraordinária da Assembléia Legislativa, para que sejam incluídos em pauta, projetos de interesse da instituição.
 
– A UEPB continua defendendo dois projetos. O primeiro é a transferência de patrimônio do prédio público que a universidade já ocupa em Patos e o segundo é a mudança da Lei da Receita Ordinária para Receita Corrente Líquida. Agora estamos com outro governador, nós vamos mostrar através de um documento o que essa universidade pode dar de contribuição para o desenvolvimento do Estado. Solicitamos também uma audiência para tratar essa questão da autonomia da universidade.
 
A reitora finalizou falando das metas da Universidade Estadual da Paraíba para o início de 2011.
 
– A meta é criar um espaço de prestação de contas, oferecer formação continuada aos professores entre outras coisas. A universidade continua bem, estamos em parceria com o estado e construindo um caminho para uma Paraíba melhor, finalizou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.